O segredo da múmia (longa-metragem)

Documentário, longa-metragem, 1982 (produção), 1982
(lançamento)

Sinopse
Durante muitos anos, o Professor Expedito Vitus tornou-se um recluso, por ter
sido ridicularizado ao anunciar que havia descoberto o elixir da vida. O
professor não revelara, contudo, que o elixir restituíra a vida ao seu fiel
seguidor, Igor. Rodolfo, seu assistente, sabe da proeza. Com o auxílio de um
mapa fragmentado em vários pedaços – cujos donos morreram misteriosamente
assassinados – o professor encontra o túmulo da múmia Runamb. Pelo papiro que a
acompanha, o professor reconstitui sua história. Runamb era um rico mercador
que amava Nadja, uma bailarina. Obsessivamente ele tenta comprar os favores de
Nadja, mas nada consegue. Torna-se um assassino psicopata, matando todas as
mulheres que consegue possuir. Traído por seu servo, é condenado à morte,
ficando sua alma presa aos seus despojos, até que possa despertar a compaixão
de uma mulher. Três mil anos depois, a Múmia rediviva pelo professor, percebe
em Miriam, repórter de uma emissora de rádio, a encarnação de sua querida
Nadja.

Paródia saudosista inspirada nos temas clássicos de terror.
Revive com humor surrealista a história de um cientista que descobre o elixir
da vida e ressuscita a múmia Runamb, trazida do Egito à custa de dois
assassinatos. Vivendo recluso num apartamento em Santa Tereza, em companhia do
fiel Igor, corcunda sádico e demente que também revivera com seu elixir, vê sua
intimidade vasculhada por uma jornalista que é a personificação de uma
bailarina por quem a múmia, há 3.000 anos, se apaixonara e fora rejeitada. Após
uma série de divertidas complicações, a múmia, romântica e perplexa com o
estranho ambiente onde se encontra, procura reviver sua paixão e declara seu
amor à jornalista. Incompreendida e magoada, a múmia é perseguida pela polícia,
crivada de balas e desaparece, submergindo num lago.” (Embrafilme/Catálogo
1986)

Ficha técnica
Diretor: Ivan Cardoso
Produtor executivo: Ivan Cardoso e Zelito Viana              
Roteirista: R. F. Lucchetti            
Diretor de fotografia: Renato Lacletti, Cesar Elias, João Carlos Horta                       
Som direto: Bernard Hermann, Miklos Rozsa, Alfred Newman e Alex Horta         
Editor: Ricardo Miranda, Cris Altan e Gilberto Santeiro

Elenco: Anselmo Vasconcelos, Wilson Grey, Clarice Piovesan,
Regina Casé, Evandro Mesquita, Julio Medaglia, Carlos Wilson, Maria Zilda,
Colé, Cláudio Marzo, Nina de Pádua, Rubem Barra,  Dora Pellegrino, Silvana Rodriguez, Carine
Cooper, Tereza Cristina, Sandro Solviatti Siqueira, Radar, Jane Silk, Hélio
Oiticica, Nelson Motta, Sergio Santeiro, Patrícia Travassos, Altair de Oliveira
Lima, Oldar Fróes da Cruz, Mário, Guarilha, Dovirgilho, Hugo Brasiliense, Leovigildo
Cordeiro, Carla Bayton, Alexandra Falcão, Sabine Medaglia, Luiz Olavo Fontes,
Marcos Vianna.

Apresentação: Tania Boscoli e Felipe Falcão

Participação especial: José Mojica Marins, Paulo Cesar
Pereio, Joel Barcellos, Jardel Filho.

Principais prêmios e participação em festivais
• Festival de Brasília – Prêmio de Melhor Direção, Prêmio de Melhor Montagem, Prêmio de Melhor Ator, Prêmio de Melhor Cenografia
• Festival Internacional de Filmes Imaginário e Ficção – Grande Prêmio de Crítica
• Festival de Gramado – Prêmio de Melhor Roteiro e Prêmio de Melhor Trilha Sonora, Prêmio de Melhor Ator Coadjuvante, Prêmio Especial do Juri
• APCA – São Paulo – Melhor Ator, Melhor Cenografia, Melhor Figurino, Prêmio Especial
• Federação do Cineclube do Rio de Janeiro – Prêmio de Melhor Filme de Ficção
• Curso de Cinema da UFF – RJ – Prêmio Múmia de Ouro – Melhor Ator

Fechar Menu