Quando o Carnaval chegar (longa-metragem)

Ficção, longa-metragem, 1972 (produção), 1972 (lançamento)

Sinopse

Paulo, Mimi, Rosa, Lourival e Cuíca são artistas de uma trupe que se apresenta pelo Brasil afora. Como antigamente, no tempo dos cantores de rádio, eles levam a vida a cantar, viajando num ônibus multicolorido e fazendo a festa onde estiverem. São unidos como uma família, mas nos bastidores acontecem mil peripécias. Paulo é grande ídolo popular e estrela da trupe. Perdido no mundo de sonhos de suas canções, cria ao seu redor paixões, intrigas e ciúmes. Mimi é moça do interior de Minas, outrora rica e agora pobre. Apaixonada, mas tímida. A trupe é tudo para ela. Rosa veio do interior do sertão disposta a vencer. Diverte-se com tudo. Brinca, canta e dança. Leva sua motocicleta a todos os lugares e é supersticiosa: nada faz sem antes consultar sua mãe-de-santo. Mas, apesar das circunstâncias adversas, o pequeno grupo permanece unido, com sua verve, suas alegrias e suas canções, em meio à euforia envolvente do carnaval carioca, que está para chegar.

Ficha técnica
Diretor: Carlos Diegues
Produtor executivo: Zelito Viana             
Roteirista: Carlos Diegues           
Diretor de fotografia: Dib Lufti  
Som direto: Juarez Dagoberto  
Editor: Eduardo Escorel

Elenco: Chico Buarque de Holanda, Nara Leão, Maria Bethania, Hugo Carvana, Antonio Pitanga, Ana Maria Magalhaes, José Lewgoy, Elke Evremides, Wilson Gray, Zeni Pereira, Scarlet Moon, Vera Manhães, ritmistas do Acadêmicos do Salgueiro, Yiê Xapanã do Axe Opo Afonjá, Joaquim Mota, Frevo – Clube dos Lenhadores, Luis Alves, Banda do Almeidinha.

Fechar Menu